Cenário de fundoHome

Condições de trabalho na:
Alemanha
Áustria
Bélgica
Espanha
Finlândia
França
Grã-Bretanha
Holanda
Irlanda
Islândia
Itália
Noruega
República Checa
Suécia
Suíça


This project is supported by the European Community Programme for Employment and Social Solidarity (PROGRESS)


Condições mínimas

Printer friendly

País:Finlândia
Salários
I Ajudante 9.04 €/h
II Trabalhador com conhecimento técnico 10.30 €/h
III Trabalhador especializado em construção civil (iniciante) 11.36 €/h
IV Trabalhador especializado em construção civil 12.63 €/h
V Trabalhador especializado em construção civil com experiência 13.81 €/h
VI Trabalhor especializado em construção civil com muita experiência 14.84 €/h

Além do salário-base, conforme as categorias acima, cada assalariado recebe uma parcela individual e diferenciada no salário.

Caso as férias não sejam feitas, há uma compensação de 18,5% do salário total. Dependendo do sector poderá haver variações.






Acréscimos

Horas extraordinárias: Até 8 horas por semana: Salário normal mais acréscimo de 50%.
Acima de 8 horas por semana: Salário normal mais acréscimo de 100%.

Trabalho noturno: pela noite acréscimo de € 1,03 €, pela madrugada acréscimo de 1,94 € por hora.

Subsídio alimentar: 9 €
Despesas diárias: 36 €.

Subsídio de alojamento: 60 €
Sobretaxa noturna 10€
Descontos
Carga horária

Máximo de 8 h/dia e 40 h/semanais.

Férias: 30 dias (24 dias durante o verão, 6 dias durante o inverno).
Subsídio de férias ao toodo 18,5%. Caso termine o contrato de trabalho, então esses 18,5% deverão ser pagos no último vencimento.

Um salário integral é geralmente pago pelo feriado do Dia da Independência, em 6 de dezembro, quando este cair em um dia útil.


Acréscimo salarial como indemnização para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais para feriados:
Cada trabalhador receberá sobre cada salário um acréscimo de 7,7%. Os acréscimos deverão ser apresentados separadamente na folha de vencimentos. Esse acréscimo compensa o fato de não haver uma redução da jornada de trabalho e um acréscimo para os feriados no sector da construção civil.

Redução da jornada de trabalho semanal (para fins de semana ou feriados da empresa) ou dia útil é compensado com esse acréscimo de 7,7%.
Doenças e acidentes
O pagamento máximo do subsídio de doenças é de 14.27 € por hora durante o período de carência do plano de saúde (9 dias úteis) e posteriormente 18.38 €.

Diversos
Contacto
Sindicato Rakennusliitto
Tel. + 358 (0) 20 77 4003
Fax + 358 (0) 20 77 43062
E-mail: inf(at)rakennusliitto.fi
Sítio eletrónico: http://www.rakennusliitto.fi
Pessoa de contacto em língua inglesa:
markus.ainasoja(at)rakennusliitto.fi, +358 20 7743078
nina.kreutzman(at)rakennusliitto.fi