Cenário de fundoHome

Condições de trabalho na:
Alemanha
Áustria
Bélgica
Espanha
Finlândia
França
Grã-Bretanha
Holanda
Irlanda
Islândia
Itália
Noruega
República Checa
Suécia
Suíça


This project is supported by the European Community Programme for Employment and Social Solidarity (PROGRESS)


A Federação Europeia de Sindicatos da Construção e da Madeira (EFBWW), em que a Unia é representada, coordena um projeto que desde o início de 2009 é financeiramente apoiado pela União Europeia (UE). O principal objetivo do projeto é tornar acessíveis as condições de trabalhos disponíveis, de maneira precisa e facilmente compreensível para os trabalhadores imigrantes que trabalham em um país europeu no sector da construção civil ou são candidatos a um emprego. Isso é feito principalmente através de um sítio eletrónico multilingue (primeiramente em inglês, polonês, romeno, e depois em todas as outras línguas mais faladas dos imigrantes), mas também em parte através de folhetos, que estão sendo distribuídos nos países de origem e nos países acolhedores. As informações incluem os salários, as horas de trabalho, horas extraordinárias, trabalho noturno, etc, os impostos de segurança social e o imposto de renda. Além disso, é possível encontrar outras informações sobre opções de contactos com sindicatos e sindicalistas, que dominam as respectivas línguas nativas dos imigrantes.

O sítio eletrónico foi apresentado em 15 de junho de 2009 em Varsóvia durante uma conferência de imprensa online. Sindicatos de 15 países ajudaram com a colheita de informações e trabalharam para disponibilizá-las de uma forma compreensível.

Cenário de fundo
Há ainda em muitos canteiros de obras na Europa, o risco de dumping salarial e social, que são favorecidos pela falta de informação. Muitos imigrantes de trabalho permanecem em canteiros de obras no exterior em um curto espaço de tempo e as informações em suas línguas maternas não são facilmente acessíveis. Muitos trabalhadores não sabem exatamente quais condições de trabalho são válidas e como estas podem ser reivindicadas. O projeto ECMIN representa uma ferramenta social adicional para reforçar o pedido de ter “o mesmo salário pelo mesmo trabalho no mesmo lugar”. Serve, portanto, na proteção igual dos trabalhadores nacionais e estrangeiros.


Maiores informações:
Ecmin(at)gmx.net